Amazonas em destaque
Notícias do Estado do Amazonas, Interior do Amazonas

Com duplicação da AM-070, Governo do Estado melhora escoamento para 2,6 mil famílias de produtores rurais

Além da duplicação da rodovia, o governo Wilson Lima pavimentou ramais da região

É do cultivo de hortaliças como cheiro-verde, cebola e chicória; e da criação de patos e galinhas que a produtora rural Noêmia Corrêa, 43 anos, tira o sustento para os dois filhos e dois netos. Moradora da comunidade Bela Vista, na zona rural de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), a chefe de família comemora a entrega da duplicação da rodovia AM-070 (Manoel Urbano). A comunidade é uma das beneficiadas com a obra, que vai melhorar as condições de escoamento agrícola na região.

Segundo o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), apenas nas comunidades situadas no entorno da Manoel Urbano, na área rural dos municípios, a duplicação da AM-070 vai beneficiar 2,6 mil famílias que vivem da agricultura familiar. Entregue pelo governador Wilson Lima, a duplicação da AM-070 interliga Manaus às cidades de Iranduba, Manacapuru e Novo Airão, atendendo a centenas de comunidades produtivas ao longo dos mais de 78 quilômetros de extensão.

“Essa estrada foi um sonho de muitos anos para nós, porque ela vai beneficiar muito a nossa comunidade, como todas as adjacentes. Os produtores estão muito alegres com isso, além de ser mais rápido o transporte, nós não vamos ter aquele problema de esperar um carro passar, porque ficava parado nos buracos, tomar banho de lama, nós passamos muito por isso”, relatou Noêmia.

A produtora disse que as melhorias na estrada e no ramal, que dá acesso à comunidade Bela Vista – o qual também foi pavimentado pela Secretaria de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra) – vão garantir agilidade ao escoamento da produção.

“Graças a Deus que ele (o governador) foi a pessoa que construiu essa estrada, restaurou, duplicou, o transporte está mais rápido, porque demorava muito para chegarmos com nossos produtos. Se alguém estivesse doente, pedir socorro também era muito custoso. Lá na nossa comunidade, as ruas foram consertadas, foram feitas calçadas, que não tinha. Creio que vai melhorar muito mais”, afirmou a produtora rural.

Pavimentação de ramais – Além de concluir a duplicação e modernização da AM-070, o Governo do Amazonas executa serviços de pavimentação de ramais da região, como o Santa Maria (Km 13), Cachoeira do Castanho (Km 24) e Uga-Uga (Km 26), localizados ao longo da rodovia. O investimento amplia as melhorias logísticas, facilitando o transporte de produtos para Manaus, maior mercado consumidor da produção agrícola e ceramista da região. Estradas de barro estão ganhando asfalto de qualidade, sinalização e obras de drenagem.

“Eu tive a oportunidade de visitar algumas vezes esses ramais e lá todo mundo tem uma propriedade, uma plantação de hortifrúti que abastece a cidade. Então isso significa geração de emprego e renda, é a oportunidade que a gente está dando para essas pessoas desenvolverem o seu labor, é de onde garantem o sustento de suas famílias”, ressaltou o governador Wilson Lima.

AM-070 – Foi entregue, na segunda-feira (20/12), a última etapa da obra, que corresponde a 44,14 quilômetros da via, que foram duplicados, pavimentados e sinalizados. Os trabalhos em toda a extensão da rodovia, de 78,14 quilômetros, foram coordenados pela Seinfra. O investimento total é de R$ 430 milhões.

As obras iniciaram em 2013, mas avançaram apenas 43,5% até 2018, período que corresponde às gestões de quatro governadores. Mais da metade do projeto, o equivalente a 56,4%, foi executada na gestão do governador Wilson Lima, iniciada em 2019. Durante a obra, mais de 10 mil empregos foram gerados.

A rodovia é de extrema importância para o desenvolvimento econômico e social de municípios da região metropolitana de Manaus (RMM), que reúnem grande potencial em atividades do setor primário e turismo.

A duplicação e modernização da AM-070 beneficia diretamente os municípios de Iranduba, Manacapuru e Novo Airão e, indiretamente, Beruri, Caapiranga e Anamã. Juntos, os municípios têm uma população de mais de 200 mil habitantes.

FOTO: Arthur Castro/Secom