Curso de Barbeiro do Cetam segue tendência mundial

A profissão de barbeiro nunca esteve tão em alta no país. E não poderia ser diferente em Manaus. De olho nas tendências do mercado mundial, o Governo do Estado, por meio do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), oferece o Curso de Barbeiro desde 2016. Ele acontece por intermédio da Formação Inicial e Continuada (FIC).

O curso é muito procurado e tornou-se um dos carros-chefe do Cetam. Quem passou por ele só tem elogios. Não faltam histórias de sucesso e mudança de vida, para melhor. Nasthacha de Souza Pereira, 30, conhecida como Naty Barbeira, foi aluna da instituição e hoje é reconhecida na profissão. Sua vida sofreu uma reviravolta a partir de 2016, quando decidiu estudar Corte e Escova. O curso seguinte foi o de Barbeiro.

“Fui fazer esse segundo curso porque senti muita dificuldade ao cortar cabelo masculino. E acredite: foi paixão à primeira vista”, conta Naty, que fez faculdade de Recursos Humanos e passou sete anos trabalhando no setor administrativo de uma empresa até ficar desempregada, em 2013, e decidir mudar radicalmente de ramo.

Hoje, Naty atua como barbeira no Espaço Amanda, localizado no Amazonas Shopping, e recomenda a profissão. Mas adianta ser necessário muito estudo e atualização constante com as tendências do mercado. “Quero fazer um curso na Pivot Point, na Argentina, uma academia mundialmente reconhecida. E o salão onde trabalho nos proporciona esse aprendizado”.

Fonte Boa – Sílvio Gomes, 22, acabou de concluir o Curso de Barbeiro pelo Cetam, no Centro de Estadual de Convivência da Família Teonízia Lobo, Amazonino Mendes, zona leste. Ele conta que durante um ano manteve um salão de beleza no município de Fonte Boa, até que precisou vir a Manaus acompanhar um irmão doente. Foi quando ficou sabendo do curso e resolveu se inscrever em busca de mais aprendizado e do certificado.

Ele está na capital só aguardando a formatura, confirmada para o dia 25 de julho. “Em seguida, voltarei à minha cidade onde pretendo pôr em prática tudo o que aprendi. O curso foi excelente porque abriu minha mente para várias possibilidades de atuação, além de me ensinar novas técnicas”, conta Sílvio.

Curso de Barbeiro do Cetam

 

Profissão virou febre em Manaus – Manaus conta hoje com uma média de 2 mil barbearias, segundo estimativa da presidente do Sindicato dos Salões de Barbeiros e Cabeleireiros (Sisbisim), Antônia Moura de Souza, 57. De acordo com ela, a “febre” de barbearias é mundial. Começou há uns quatro anos, após o lançamento da tendência americana em feiras internacionais. Antônia ressalta que os homens estão mais preocupados com o visual, ligados às novidades de cortes, coloração, alisamento, entre outras técnicas.

A cabeleireira Rosa Alves Rodrigues, 44, é instrutora do Cetam no Curso de Barbeiro. Ela conta que a profissão, antes exercida quase que exclusivamente por homens, vem sendo cada vez mais procurada por mulheres. “Atualmente, as turmas são quase metade feminina e masculina. É uma área em plena expansão, que dá chance a todos.”

O Curso de Barbeiro do Cetam tem 100 horas de duração. As aulas acontecem de segunda a sexta-feira, geralmente no turno da noite. Para se inscrever é exigido que o candidato tenha o ensino fundamental incompleto e, no mínimo, 18 anos de idade.

FOTOS: GABRIEL ODA E DIVULGAÇÃO/CETAM