Amazonas em destaque
Notícias do Estado do Amazonas, Interior do Amazonas

Expoanh faz circular mais de R$ 7 milhões na economia de Nhamundá e Baixo Amazonas

Ilha de Nhamundá, localizada no extremo Amazonas, tem sua força econômica no setor primário fortalecido com ações da prefeita Marina Pandolfo

Nhamundá (AM) – O município de Nhamundá (localizado a 375 quilômetros da capital Manaus) deste dia 27 de maio até o próximo domingo, 29, se torna a capital da pecuária da região do Baixo Amazonas com a realização da maior feira agropecuária já registrada com investimentos, vendas, negócios, financiamentos e pagamento do funcionalismo público que, de acordo com dados da prefeitura, faz circular na Ilha das lendárias Amazonas e na região, mais de R$ 7 milhões. A abertura da programação oficial ocorreu nesta manhã com a cavalgada que saiu da Praia da Liberdade e percorreu algumas ruas até o Parque de Exposição Militão Beré, simultaneamente foram realizadas palestras e a prova do laço.

O Secretário de Produção Rural do Estado do Amazonas (SEPROR), Petrúcio Magalhães Júnior, representou o governador Wilson Lima durante a abertura da programação no parque de exposição. Sobre um cavalo e ao lado da prefeita Marina Pandolfo, ele chamou o evento de maior feira agropecuária do Baixo Amazonas. “A feira de exposição é um momento único para o setor primário, porque é o momento que o produtor rural tem acesso a credito, a capacitação, comercialização e a compra de animais e sua produção. Com isso, o governo do Amazonas e a prefeitura de Nhamundá apoiam o produtor rural garantido a ele acesso a credito rural”, afirmou.

A Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) disponibilizou na abertura do evento R$ 150 mil em financiamento para produtores, o governo do estado do Amazonas empenhou R$ 200 mil para a realização da programação e o Banco da Amazônia contribui com mais de meio milhão de recursos disponíveis para os criadores. Com o pagamento do funcionalismo público municipal, a prefeitura faz circular no município cerca de R$ 2,3 milhões e com a estrutura do evento, a chegada de autônomos e pecuaristas de vários municípios da região mais de R$ 7 milhões reais aquecem a economia da cidade e da região do Baixo Amazonas.

“Hoje, a gente volta a gerar renda para aquelas pessoas que por muito tempo ficaram sem ganhar seu dinheiro. As pessoas que trabalham com alimentação, com bebidas, os agricultores que cada vez mais estão presentes nas nossas feiras e os pecuaristas que tem o espaço para expor seus animais”, destaca a prefeita Marina Pandolfo.

A prefeita Marina Pandolfo e o vice Neto Carvalho resgatam o fortalecimento da economia da cidade que tem na força do setor primário a mola propulsora do setor econômico local. “É uma satisfação enorme ver todo mundo unido trabalhando, é cansativo, a gente enfrenta dificuldades, mas o importante no final é ver isso aqui dando certo e ver o nosso povo cada dia mais feliz com a nossa gestão”, comemora a primeira mulher prefeita da história do município.

Assessoria de Comunicação – Prefeitura de Nhamundá
Fotos: Adriano Barros e Niick Joander