Amazonas em destaque
Notícias do Estado do Amazonas, Interior do Amazonas

Governo do Amazonas reforça compromisso no enfrentamento à violência obstétrica

Nesta terça-feira (29/03), houve a assinatura de aditivo do Termo de Cooperação Técnica entre a SES-AM e instituições federais, estaduais e municipais

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), reafirmou o compromisso de resguardar os direitos da mulher durante o ciclo gravídico-puerperal, durante encontro entre o secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad, e o defensor público geral do Amazonas, Ricardo Paiva, nesta terça-feira (29/03), na sede da SES-AM. Na ocasião, houve a assinatura de aditivo de Termo de Cooperação Técnica entre as instituições.

“A secretaria de estado de Saúde aditou o termo de cooperação técnica para o enfrentamento da violência obstétrica, por ser um compromisso do governo com os demais órgãos e instituições, como a defensoria e ministério público estadual e as secretarias municipais, na busca de articulações e execução de ações que colaborem para o aprimoramento dos serviços”, afirmou o secretário Anoar Samad.

O acordo visa articular e implementar ações conjuntas que resguardem os direitos das mulheres. Entre as instituições que também assinam o documento estão o Ministério Público de Contas do Amazonas (MPC-AM), a Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), além de diversas outras instituições federais, estaduais e municipais.

“O secretário prontamente assinou e isso mostra a intenção dele de melhorar cada vez mais o serviço que é prestado na saúde do estado do Amazonas”, afirmou o defensor público geral Ricardo Paiva.

Segundo a secretária executiva de Gestão da Atenção à Saúde da SES-AM, Nayara Maksoud, o Amazonas segue diretrizes que asseguram a saúde e a segurança de mulheres durante a gravidez e no pós-parto.

“As maternidades gerenciadas pelo estado do Amazonas, assim como todas as ações que vêm sendo implementadas nos municípios do interior do Estado, possuem diretrizes para o enfrentamento à violência obstétrica”, disse a secretária.

FOTO: Rodrigo Santos/SES-AM