Mais de mil inscritos participam da Corrida da Mulher Amazônica

A 6ª Corrida e Caminhada da Mulher Amazônica, realizada na manhã deste domingo (10/3), contou com mais de mil inscritos, que participaram da prova de 7 km de percurso. Largada e chegada ocorreram na frente da sede da Secretaria de Estado de Fazenda do Amazonas (Sefaz/AM), apoiadora do evento esportivo.

O secretário de Fazenda, Alex Del Giglio, ao fazer a abertura da prova, ao lado do presidente da Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Social (AADES), Ezequias Santos (Dr. Mike), e da secretária do Fundo de Promoção Social (FPS), Kathelen Santos, que representou a primeira-dama do Estado, Taiana Lima, destacou os benefícios para a saúde e os resultados positivos para o bem-estar dos praticantes.

“Desde 2014, a Sefaz apoia o projeto para combater o sedentarismo. Registramos inúmeras ausências de servidores por causa de doenças relacionadas ao sobrepeso. Essa corrida, que tem uma categoria exclusiva para os fazendários (funcionários da Sefaz) é uma forma de estimular a prática de exercícios, que traz disposição e saúde”, enfatizou Del Giglio.

A prova, organizada pelo Instituto Talento Amazônico (ITA), entidade sem fins lucrativos, tinha como objetivo inicial prestar homenagem as representantes do sexo feminino, mas a grande adesão de corredores profissionais e amadores levou a expansão da atividade. “Temos nos adequado conforme as demandas dos participantes. Nosso foco continua sendo homenagear as mulheres guerreiras do Amazonas, mas não podemos deixar de lado os outros elementos da família. Por isso, temos categoria voltada para o público masculino, casal e pessoas com deficiência. O atletismo é um esporte eclético”, destacou Jeroniza Albuquerque, organizadora.

O vento forte e o dia nublado contribuíram para que a prova pedestre, iniciada às 7h30, transcorresse tranquilamente. Com o tempo ajudando a performance, o primeiro lugar masculino foi conquistado por Juarez Rosa Silva com o tempo de 20’17”. Leandro Silva Costa e Willdeberg Claudino dos Santos ocuparam a segunda e terceira posição no pódio, respectivamente.

Na prova feminina, ganhou a experiência. Franciane dos Santos Moura venceu a corrida da Mulher Amazônica pela quinta vez consecutiva. “Fico muito feliz em vencer esta prova mais uma vez. Me sinto duplamente homenageada tanto como mulher quanto como atleta que se dedica ao esporte”, declarou a campeã. O segundo lugar foi conquistado por Roselvys Moreno e o terceiro por Willy Sandra Nascimento e Silva.

6ª Corrida e Caminhada da Mulher Amazônica

Na categoria pessoa com deficiência auditiva masculino, venceu Francisco Flávio de Abreu Morais. Na categoria deficiência visual feminino, o primeiro lugar do pódio foi ocupado por Josimara Andrade Michiles e o segundo por Fernanda Barros Ferreira. Na categoria servidor da Sefaz feminino, Jane Maria Santana Ushikoshi venceu a prova e Dercyvone da Silva Goes ficou em segundo lugar. Na categoria servidor da Sefaz masculino, Adão Sérgio Reis Silveira e Sérgio Santos conquistaram o primeiro e segundo lugar, respectivamente. Muitos lugares não foram ocupados no pódio destas categorias por falta de inscritos.

A categoria casal (homem e mulher) mostrou entrosamento das duplas. Em primeiro lugar, Márcia Magalhães e Francisco Irinaldo; em segundo, Gustavo Altez e Juliana Rodrigues e, em terceiro, Marisa Nunes e Bruno Oliveira. Na categoria cadeirante masculino, o jovem Kaua Barbosa de Souza venceu a prova, seguido por Jayme David e José Paulo Neto.

Donativo – Cada participante doou um quilo de leite, que será distribuído ao Instituto da Família, Lar das Marias, Casa Vhida, Abrigo Monte Salem, Abrigo São Vicente de Paulo, Associação das Mulheres Soro Positivo, Abrigo Coração do Pai, Casa Abrigo Rio de Sol, Casa da Criança, Centro Integrado de Promoção e Defesa dos Direitos de Pessoas Idosas (CIPDI) e Centro Social Roger Cunha.

“A corrida também tem o cunho social e ambiental. O pedido de leite é para atender as instituições que trabalham com pessoas expostas a situações de risco. Assim que termina a prova, o material coletado é entregue aos responsáveis. Além disso, a cada evento plantamos mudas de espécies da flora brasileira no entorno da Sefaz para contribuir com o reflorestamento”, explicou Jeroniza Albuquerque.

A primeira árvore plantada pelos organizadores em 2014 foi o pau-rosa, que possui entre suas propriedades um excelente fixador de perfume. A indústria francesa, uma das mais famosas do mundo, o utiliza em fragrâncias que mundialmente conhecidas, que conquistaram a preferência de diversas celebridades, como Marilyn Monroe.

Na edição de 2019, as espécies escolhidas foram Cajurana e Lofantera da Amazônia porque são resistentes ao forte calor da região e florescem praticamente o ano todo. As mudas serão plantadas ao longo desta semana na lateral da Sefaz e também no estacionamento da instituição.

ITA – O Instituto Talento Amazônico, entidade de utilidade pública, tem como missão a execução de ações que valorizem a pessoa, a cultura, o esporte, o turismo e o meio ambiente. Apoia o Projeto Nacional de Educação Fiscal, que transmite conceitos de cidadania para a população; o Coral da Sefaz, que faz apresentações gratuitas para divulgar a cultura; a Corrida Volta às Aulas no Curupira e Projeto Janauari, ambos no município do Iranduba, a fim de combater a evasão escolar e estimular o desenvolvimento intelectual de crianças e jovens do interior do Estado do Amazonas.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.