Mulheres em situação em vulnerabilidade recebem certificados de cursos de qualificação profissional

Em 2019 mais de 190 mulheres participaram dos cursos de qualificação

Nesta quarta-feira (23/10), o Governo do Amazonas, por meio de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), realizou a entrega de certificados dos cursos de qualificação profissional oferecidos no Centro Estadual de Referência e Apoio à Mulher (Cream) ao longo de 2019.

Ao todo, 62 mulheres foram certificadas em cursos de maquiagem, decoração com balões, tranças e penteados, libras, operador de caixa e artesanato com Patch Aplique.

A cerimônia de entrega contou com apresentações e depoimentos das mulheres atendidas pelo projeto. A dona de casa Débora Lopes Alexandre, de 39 anos, fez o curso de decoração com balões e já está trabalhando na área em eventos do seu bairro.

“Eu me inscrevi para fazer um curso somente e desde então não parei mais, fui participando de vários outros”, relembra. “Eu acredito que esta foi uma boa oportunidade para nós mulheres. São professores capacitados e muito compreensivos. Quando eu cheguei no curso de decoração com balão não sabia nem usar os materiais e hoje já sou profissional”.

De acordo com a titular da Sejusc, Caroline Braz, a oferta de vagas para os cursos de capacitação fazem parte da nova política de atendimento a mulheres adotada pelo Governo do Amazonas. A proposta é incentivar a independência financeira, capacitação e empreendedorismo para evitar que novos casos de violência contra mulheres aconteçam.

“Essa certificação é resultado de algo que plantamos com muito carinho, que é a qualificação e profissionalização dessas mulheres”, destaca. “Algumas passaram por situações de violência, vulnerabilidade social e encontraram nestes cursos uma forma de se reerguer”.

Parceria – Em 2019, a parceria entre Sejusc e Cetam ofereceu 197 vagas em cursos de qualificação profissional a mulheres que passaram por situação de vulnerabilidade, violência ou que desejaram conquistar a independência financeira.

Durante a cerimônia de entrega, a diretora-presidente do Cetam, Joésia Pacheco, reforçou o trabalho integrado entre instituições do Governo para o atendimento eficaz do cidadão.

“Todo este trabalho tem sido feito de forma integrada com diversas instituições na capital e também no interior. Estamos trabalhando para que essa parceria se fortifique para o ano que vem”.

Os cursos aconteceram nos meses de junho e setembro no Centro Estadual de Referência e Apoio à Mulher (Cream), localizado no bairro Educandos. O Cream é a porta de saída de serviços da Sejusc, onde são oferecidos atendimentos sociais, psicológicos, com encaminhamento para benefícios sociais. O Cream articula com os outros programas como o Núcleo de Defesa da Mulher da Defensoria Pública do Estado e com o Juizado de Combate à Violência contra a Mulher.