Previdência do Amazonas antecipa comemoração do Dia do Servidor e do aniversário de 350 anos de Manaus

A Fundação Amazonprev antecipou para esta quarta-feira (23/10) as comemorações referentes ao Dia do Servidor, que acontece no dia 28 de outubro, e ao aniversário de 350 anos de Manaus, a ser celebrado amanhã (24/10). A instituição previdenciária adiantou os eventos comemorativos em razão do decreto do Governo do Estado de pontos facultativos na sexta (25) e na segunda-feira (28/10).

A programação comemorativa, que deve se estender até o dia 1º de novembro, inclui uma exposição artística, para valorizar o talento dos servidores, e duas palestras com abordagens sobre “Liderança e Gestão de Pessoas” e “Motivando Todos para a Qualidade”. Ambas serão ministradas pelo renomado palestrante Alfredo Rocha, em evento a ser realizado no auditório do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM).

Nesta quarta (23/10), logo pela manhã, os diretores, gerentes e coordenadores da instituição se reuniram no hall de atendimento do órgão para cantar os parabéns aos servidores e colaboradores. Na ocasião, também lembraram dos três séculos e meio de Manaus. À tarde, o prédio histórico da Amazonprev serviu de cenário para reunir todos os funcionários públicos em um almoço comemorativo.

“Somos uma instituição que cuida, além dos nossos servidores em atividades, daqueles que já contribuíram de maneira significativa com o desenvolvimento do Estado, que são os aposentados e pensionistas da previdência estadual. Rendo, aqui, minha homenagem a todos eles e celebro também o aniversário da nossa capital, Manaus, que completa 350 anos”, declarou o presidente da Amazonprev, André Luiz Zogahib.

Para o analista previdenciário, André Bentes, o trabalho do servidor contribui para o sucesso da Amazonprev. “O que gera, consequentemente, a satisfação dos segurados, por isso é importante o seu reconhecimento e valorização”, pontuou.

Três décadas de dedicação – A aposentada Sofia Aparecida Buzaglo, de 67 anos, participou da abertura da Semana do Servidor e não escondeu a satisfação em ser lembrada por seus 30 anos de serviços prestados ao Estado na função de merendeira escolar. “Hoje recebo meu salário digno e sou muito agradecida por todas as pessoas que trabalham para servir os aposentados”, pontuou.