Sejusc promove capacitação da Rede de Atendimento às Vítimas de Violência Doméstica em Tabatinga

O treinamento acontece nos dias 6 e 7 de agosto, com profissionais de diversas áreas

Com a proposta de mapear e aperfeiçoar o atendimento oferecido às vítimas de violência doméstica e familiar no interior, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), realiza, nesta terça-feira (06) e na quarta-feira (07), a capacitação da Rede de Atendimento à Mulher do município de Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus em linha reta).
O treinamento é direcionado a profissionais da saúde, educação, assistência social e da segurança pública, com foco nas atuais políticas para mulheres em situação de violência no Estado. O órgão estima que 40 profissionais participem da qualificação, de acordo com as demandas do município.
Segundo a secretária da Sejusc, Caroline Braz, a expansão dos serviços do órgão no interior é uma das medidas adotadas nesta gestão, com a proposta de facilitar o acesso do público ao atendimento de qualidade.
“Uma rede capacitada é capaz de oferecer um atendimento cada vez mais humanizado e eficaz”, ressalta a titular da pasta. “A nossa proposta é que todos tenham acesso aos mesmos serviços, tanto na capital quanto no interior. Sob a orientação do governador Wilson Lima, estamos ouvindo e executando as demandas do público de todas as localidades”.
Políticas para mulheres – Atualmente, a Sejusc realiza ações com foco na prevenção da violência doméstica e incentivo à independência financeira.
O órgão trabalha na articulação de cursos profissionalizantes e na inserção de mulheres no mercado de trabalho, além de oferta de crédito, em parceria com a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) e Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) para empreendedoras.

A primeira unidade Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher do interior foi inaugurada no dia 14 de junho, com atendimento social e psicológico, no município de Itacoatiara (a 176 quilômetros da capital). A previsão é que novas unidades sejam inauguradas no segundo semestre.

FOTO: Divulgação/Sejusc

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.