Simpósio discute políticas de socioeducação no Amazonas

Encontro terá participação de diretores de centros socioeducativos, representantes do poder judiciário e acadêmicos de Pedagogia

Voltado para universitários e pessoas que trabalham nos centros socioeducativos, acontece na segunda-feira (07/10) o simpósio “Programas de Privação e Restrição de Liberdade de Adolescentes do Amazonas”, a partir das 8h, no auditório Alalaú da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Amazonas (Faced/Ufam). O evento tem apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc). A inscrição é gratuita e pode ser feita no dia do evento.

No encontro, estarão presentes os diretores dos cinco centro socioeducativos do Amazonas, além da gerente do Departamento de Atendimento Socioeducativo da Sejusc, Adriana Maria Penha; do coordenador estadual do programa Justiça Presente (ONU/CNJ), Ricardo Peres da Costa; e do juiz da Vara de Execução de Medidas Socioeducativas, Luiz Claudio Chaves.

“Queremos aproximar os acadêmicos do curso de Pedagogia da Ufam e as instituições que executam medidas socioeducativos. A ideia é preparar os universitários para que, posteriormente, eles possam realizar extensão ou estágio nos centros socioeducativos”, sintetizou a titular da Sejusc, Caroline Braz.

Confira a programação do evento:

8h – Abertura com Maria Nilvane Fernandes (coordenadora do Programa de Atividades Curriculares de Extensão – Pace, da Faced), Adriana Maria Penha (Sejusc), Ricardo Peres da Costa (ONU/CNJ)

9h30 – Mesa-redonda e debate com Eric Rafael Macedo de Carvalho (diretor do Centro Socioeducativo de Internação Provisória Masculino), Keila Campos Barros (diretora do Socioeducativo Feminino), Emanuelle Monteiro (assistente social do Centro Socioeducativo Semiliberdade); assinatura do termo do Pace para inserção de alunos de Pedagogia nas unidades

14h – Palestra e debate sobre o tema “Trajetória Jurídica e Processual do Adolescente em Conflito com a Lei”, com juiz Luiz Cláudio Chaves, da Vara de Execução de Medidas Socioeducativas.

16h – Mesa-redonda e debate com Antônio Juracy Maciel de Lima (diretor do Centro Educativo Dagmar Feitosa) e Gracilene da Silva Barbosa (diretora do Centro Socioeducativo Senador Raimundo Parente); assinatura do termo do Pace para inserção de alunos de Pedagogia nas unidades.

FOTO: Divulgação/Sejusc