Ufam recebe calouros da mobilidade estudantil

Evento de recepção foi promovido pela Assessoria de Relações Internacionais da Universidade (Arii).

Por Márcia Grana
Equipe Ascom Ufam

Inicia, nesta segunda-feira, 11, o primeiro semestre letivo de 2019 da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Entre os alunos ingressantes da Ufam estão os da Mobilidade Acadêmica.

Durante a recepção dos alunos da Mobilidade Acadêmica promovida pela Assessoria de Relações Internacionais e Interistitucionais (Arii), no auditório Rio Amazonas da Faculdade de Estudos Sociais (FES), a assessora de Relações Internacionais, professora Leda Brasil, saudou os novos alunos e colocou a Universidade à disposição dos ingressantes. “Queremos que vocês se sintam acolhidos, bem recebidos. Estaremos sempre à disposição de vocês para tirarmos qualquer dúvida que possa surgir, pois a Ufam se engrandece com vocês aqui”, discursou a assessora.

Parceria com universidades africanas na pós-graduação

A pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação, professora Selma Baçal, destacou a importância da mobilidade acadêmica para os programas de pós-graduação da Ufam. “Estamos honrados em receber os alunos de mestrado e doutorado de diversos países africanos. A Propesp trabalhou para destinar 27 vagas para alunos de universidades africanas e essas vagas estarão sendo ocupadas ao longo de 2019. São parcerias institucionais muito importantes em que todas as universidades envolvidas ganham”, afirmou a gestora.

A pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, professora Kleomara Cerquinho, fez uma breve apresentação da Ufam aos alunos e destacou as atribuições da Pró-reitoria sob seu comando. “Vocês terão bastante contato com a Proeg, que é a Pró-reitoria de Ensino de Graduação; com a Propesp, que é a Pró-reitoria de Pesquisa e com a Progesp, que é a Pró-reitoria de Gestão de Pessoas,Propesp. A Proplan trabalha com atividade meio, mas tendo ideias maravilhosas para a obtenção de recursos extraorçamentários, podem nos procurar e, dessa forma, colaborar com a Ufam”.

Ufam recebe calouros da mobilidade estudantil

Pensamento voltado para a Inovação

O pró-reitor de Inovação Tecnológica, professor Waltair Machado, aconselhou os alunos a se dedicarem a projetos de inovação. “Antes de pensar no diploma, pensem em como empreender de forma inovadora, pensem em startups, em empresas juniores. A Universidade é o local certo para o surgimento de ideias revolucionárias”, declarou o gestor.

Mesa de honra

Também compuseram a mesa de honra, o diretor da Faculdade de Letras, professor Wagner Teixeira; o assessor-adjunto de Relações Internacionais, professor José Barbosa Filho e o professor Décio Reis .

Alunos de mobilidade

Leonel Bene
Leonel Bene, de Moçambique, é um dos alunos da Mobilidade Acadêmica. Ele veio fazer o Mestrado em Educação na Ufam

Leonel Bene, 35, veio de Moçambique para cursar o mestrado em educação na Ufam através do Programa de Mobilidade Acadêmica ProAfri. Ele comentou acerca das expectativas de estudar na Ufam. “As expectativas são as melhores possíveis e espero colher excelentes experiências no Brasil em tudo o que se relaciona a minha área de pesquisa, que é a Educação. Em Moçambique temos a imagem do Brasil com base nas novelas e, pessoalmente, já percebi algumas diferenças. Quero que valha a pena ter abandonado o solo pátrio para me qualificar no Brasil”, declarou o mestrando.

Estudante da Guatemala, Eddy Esteban Tocón Ajsivinac cursará o mestrado em Geografia através do Programa de Mobilidade PAEC. “Meu interesse pela Ufam se deve à riqueza cultural e geológica da região amazônica. Acredito que a Ufam tem um papel muito importante como instituição acadêmica nesse sentido. Com o mestrado em Geografia, espero obter as ferramentas necessárias para entender a complexidade das relações entre sociedade e entorno natural”.