Vigilância genômica: FVS-RCP já realizou 39 mil testagens para Covid-19 nas portas de entrada do Amazonas

0 1

Exames são realizados na rodoviária, porto e aeroporto em Manaus

O Amazonas já realizou 39.307 testagens de detecção do novo coronavírus (SARS-CoV-2) nas três principais portas de entrada do Amazonas (Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, Rodoviária e Porto de Manaus) até 28 de novembro deste ano. Do total de testagens realizadas, foram detectados 109 passageiros com Covid-19. Os demais foram descartados para a infecção.

A estratégia faz parte da Vigilância Genômica para detecção e contenção de variantes do vírus e é realizada pela Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) e Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP).

Os exames de antígeno e RT-PCR estão disponíveis gratuitamente para os passageiros que desembarcam no aeroporto, porto e rodoviária, mediante apresentação de cartão de desembarque em Manaus. Dos 109 casos confirmados para Covid-19, sendo 51 no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, 16 no Porto de Manaus e 42 na Rodoviária de Manaus.

O primeiro ponto de testagens foi montado no Aeroporto Internacional de Eduardo Gomes, com atividades iniciadas em 31 de maio de 2021. O segundo posto foi no Porto de Manaus, em 08 de junho de 2021. Já o terceiro ponto foi implantado na Rodoviária de Manaus, em 8 de julho de 2021.

As amostras dos pacientes, em que o vírus é detectado, são encaminhadas para o Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM) e encaminhadas para o laboratório do Instituto Leônidas e Maria Deane (Fiocruz-Amazônia), onde são submetidas à sequenciamento genético que identifica as linhagens do vírus.

Variantes – Com o sequenciamento genético, o monitoramento epidemiológico da pandemia no Amazonas é concentrado no rastreio, isolamento de casos e contenção de novas variantes, incluindo a ômicron, recém descoberta no continente africano.

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, destaca que o Estado conta com a colaboração de todos os passageiros para que busquem a realização do exame assim que desembarcarem. “É por meio do RT-PCR que é possível realizar o sequenciamento genético, fundamental para identificação de variantes do vírus. As testagens identificaram as variantes Gama e Delta até então”, destaca.

Segundo Tatyana, é importante destacar que o tratamento de assistência em saúde para Covid-19 é o mesmo independente da linhagem com a qual a pessoa foi infectada. “São variantes de um mesmo vírus e é uma mesma doença. Por isso, é tão importante que as pessoas mantenham as medidas preventivas”, acrescenta.

Prevenção – As medidas de prevenção à Covid-19, independente da variante do novo coronavírus são as divulgadas diariamente: uso de máscara de proteção respiratória, higienização das mãos (com álcool a 70% e/ou água e sabão), distanciamento social, evitar aglomerações de pessoas e adesão à campanha de vacinação contra Covid-19.

FOTO: Herick Pereira/Secom | Roberto Carlos/Secom

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.