Wilson Lima inaugura escola na zona leste de Manaus, que vai iniciar atividades com cursos do Cetam

O governador do Amazonas, Wilson Lima, inaugurou nesta segunda-feira (12/08), a Escola Estadual Professor Rofran Belchior Silva, no bairro Tancredo Neves, zona leste de Manaus. A unidade da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM) teve suas obras iniciadas em 2014 e, em sete meses, a atual gestão conseguiu concluí-la e equipá-la. Para que não fique ociosa até o próximo ano letivo, o Governo vai oferecer, por meio do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), 24 cursos de qualificação profissional até o final do ano.

“Estamos inaugurando essa escola, que ainda não começa com as atividades do Ensino Médio, porque se nós fossemos remanejar os alunos daqui, que estão em pelo menos outras cinco unidades de ensino em outros bairros, causaria um prejuízo muito grande. Mas não poderíamos deixar uma estrutura dessas, que já está pronta, ociosa”, explicou o governador Wilson Lima.

“Em parceria com a comunidade, nós decidimos inaugurá-la funcionando com cursos profissionalizantes do Cetam. As aulas começam hoje e, assim que terminar o ano, a partir de 2020, os alunos do Ensino Médio dessa área já podem se matricular aqui”, complementou.

O governador ainda anunciou que alguns cursos do Cetam, no ano que vem, irão permanecer sendo ministrados na Escola Estadual Professor Rofran Belchior Silva. “Os alunos vão poder optar em fazer o Ensino Médio regular ou o ensino profissionalizante, já com a possibilidade de sair daqui já com uma profissão”, destacou o governador.

Ao todo, foram investidos R$ 8 milhões na construção da nova unidade de ensino, que conta com 12 salas de aula, uma biblioteca, dois laboratórios de informática, uma cozinha e um refeitório. A obra teve início em 2014 e sofreu interrupções diversas vezes nos governos passados. A atual gestão projeta, ainda, construir na escola uma quadra esportiva, que não estava contemplada no projeto inicial.

Capacidade – A Escola Estadual Professor Rofran Belchior da Silva vai atender até 1,4 mil alunos e contar com um corpo docente de 114 profissionais. Além deles, a equipe da escola será formada um gestor, um secretário, seis funcionários do setor administrativo, seis merendeiros e nove servidores terceirizados.

De acordo com a Seduc-AM, a escola atenderá a 27% da demanda reprimida por salas de aula no bairro Tancredo Neves. A secretaria fez um levantamento e constatou que no bairro há a necessidade de 43 novas salas de aula para atender ao público dos ensinos Fundamental e Médio. O Governo planeja investimento futuro para ampliar a oferta na região.

“Há uma demanda muito grande aqui de alunos que estão tendo que estudar em outras escolas, em outros bairros, com dificuldade de transporte, e que passarão a utilizá-la a partir do ano que vem como escola de Ensino Médio”, afirmou o titular da Seduc-AM, Luiz Castro. Ele informou que, ainda nesse segundo semestre, serão oferecidos novos cursos de informática profissionalizante na escola.

Cetam – Para ocupar as salas se aula da nova unidade educacional, o Cetam vai oferecer 24 cursos de qualificação profissional, que já começaram nesta segunda-feira (12/08). As 1.150 vagas já foram preenchidas.

São cursos como de agente de portaria; artesanato; assistente administrativo; confeitaria; culinária; instalação e manutenção de ar condicionado; operação em logística; operação de caixa; assistente de vendas; auxiliar de contabilidade; pintor de obras; e segurança em instalação e serviços de eletricidade.

“Foram feitas duas reuniões com a comunidade para ouvir os anseios deles, o que eles gostariam. Na verdade, até a iniciativa do Cetam entrar agora com os cursos foi um pedido da própria comunidade, porque senão nós teríamos que aguardar até o início do semestre letivo para que o Ensino Médio pudesse ser ofertado”, destacou a diretora-presidente do Cetam, Joésia Pacheco.

“São 12 anos que a gente vem lutando. Passaram várias pessoas na mesma luta, alguns já não estão mais aqui conosco, mas nós não desistimos, continuamos. Em 2007 foi construída essa escola, através da nossa luta também, para a gente foi uma satisfação muito grande ver levantar esse prédio, só que parou por aí. Colocamos uma semente, que se transformou numa árvore, mas sem fruto, por quatro anos. Então hoje para mim é uma emoção muito grande ver alunos dentro dessa escola”, afirmou a pedagoga Denise Capichaba, uma das primeiras moradoras do Tancredo Neves e uma das lideranças do local

Sobre Rofran Belchior – O professor Rofran Belchior da Silva nasceu em 3 de maio de 1972. Casado, formou-se em Matemática e Engenharia Civil pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). De 2002 a 2017, o educador trabalhou na Escola Estadual de Tempo Integral (Eeti) Maria Madalena Santana de Lima, na zona leste da capital amazonense, onde lecionava Matemática e Física. O professor faleceu no dia 3 de novembro de 2017, vítima de um ataque cardíaco. Familiares do professor estiveram presentes na cerimônia de inauguração da escola.

FOTO: Bruno Zanardo / Secom

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.